As partes envolvidas no conflito no Sudão do Sul encetaram esta sexta-feira, em Addis Abeba, as negociações para um cessar-fogo, com vista a acabar com quase três semanas de violência, anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros etíope.

«As negociações começaram», revelou o Ministério, num comunicado citado pela agência AFP.

Na ronda de conversações participam os emissários do Presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, e do seu rival e chefe dos rebeldes, o ex-vice-Presidente Riek Machar, reunidos num hotel de luxo da capital etíope para colocar um ponto final à escalada de violência que colocou a mais jovem nação do mundo à beira de uma guerra civil.

As quase três semanas de violência fizeram milhares de mortos e forçaram cerca de 200 mil pessoas a abandonar as suas casas.