Osecretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, recebeu em casa um pacote que continha estrume e um bilhete com críticas à nova reforma fiscal recentemente aprovada, confirmaram, neste domingo, as autoridades policiais.

Em declarações citadas pelas agências internacionais, o sargento da Polícia de Los Angeles, R. Briggs, informou que as forças policiais receberam um alerta sobre um pacote suspeito em frente à casa do secretário do Tesouro (equivalente a ministro das Finanças em Portugal) no exclusivo bairro de Bel-Air, em Los Angeles.

De imediato, foram destacados agentes para o local para verificar o conteúdo do pacote suspeito.

Uma vez aberto, os agentes verificaram que no interior do pacote estavam fezes de cavalo e um cartão de Natal endereçado a Mnuchin e ao presidente norte-americano, Donald Trump.

No cartão, estava um comentário negativo, que não foi revelado, sobre a nova reforma fiscal, aprovada esta semana pelo Congresso norte-americano.

A reforma, promulgada na sexta-feira por Trump e que será aplicada em 2018, prevê uma importante descida de impostos para as empresas e, em menor medida, para os trabalhadores.

A nova lei, desde já considerada o principal triunfo legislativo no primeiro ano de mandato de Trump, implica, entre outros aspetos, uma redução do imposto pago pelas empresas de 35% para 21%.

Mnuchin foi um dos impulsionadores deste corte de impostos e esteve envolvido nas intensas negociações no Congresso.

LEIA TAMBÉM: