As mulheres com mais de 18 anos já podem comprar álcool de forma legal no Sri Lanka. O Governo pôs fim a uma lei que vigorou 63 anos. A alteração à lei, que proibia as mulheres de comprar álcool, foi anunciada esta quarta-feira.

Através das redes sociais, as mulheres manifestaram agrado com esta alteração. Ainda assim, há alguns céticos que isto possa contribuir para tornar mais mulheres viciadas em álcool.

A cultura do Sri Lanka faz com que grande parte das mulheres não consuma álcool. Contudo, o presidente do país, Maithripala Sirisena, chegou já a liderar, em 2016, uma campanha contra o álcool, afirmando que o consumo entre as mulheres do país asiático tinha aumentado significativamente nos últimos anos.

Todos nós estamos conscientes de que o abuso de bebidas alcoólicas se tornou um problema nacional urgente".

Segundo a BBC, o governo do Sri Lanka concordou que a lei, imposta desde 1955, era discriminatória. Esta alteração significa também que as mulheres podem, sem aprovação prévia, trabalhar em locais de venda de álcool.