A base de licitação era de apenas sete milhões de euros, mas o objeto foi arrematado quase pelo dobro do valor. O milionário chinês Liu Yiqian pagou esta terça-feira 13 milhões de euros, por uma jarra com 800 anos.

Esta foi a última aquisição do investidor, cuja missão é repatriar os objetos de arte oriundos da China, indica a Lusa.

A jarra octogonal azul foi fabricada durante a dinastia Song do Sul, que reinou na China meridional entre 1127 e 1279.

A leiloeira Sotheby's, com sede em Londres, pedia muito menos pelo objeto (sete milhões de euros), mas o valor inicial praticamente duplicou.