Pelo menos dez pessoas morreram e cerca de uma dezena ficaram feridas, esta quarta-feira, na sequência de um atentado contra o hotel Ambassador no centro de Mogadíscio, capital da Somália, perpetrado pelo braço da Al-Qaeda no país, a Al Shabaab.

O grupo terrorista já reivindicou o ataque, referindo que foi detonado um carro-bomba junto ao hotel, e que vários terroristas tomaram o edifício de assalto.

Atacámos o hotel com um carro-bomba e entrámos. Vamos dar mais informações mais tarde”, afirmou Sheikh Abdiasis Abu Musab, porta-voz do grupo, à Reuters.

 

Segundo a agência Reuters, a polícia confirmou o número de mortos e que os terroristas poderão ter entrado no hotel.

Até ao momento [sabemos que morreram] 10 pessoas, a maioria pedestres e pessoas que seguiam na estrada, e mais de uma dezena ficaram feridos. O número de mortos deverá subir. Suspeitamos que os terroristas estão dentro do hotel, porque não vemos ninguém a sair", afirmou o major Ibrahim Hassan.