Um empresário americano, em escala num aeroporto irelandês, encontrou 400 dos seus conterrâneos a comer sandes, sentados no chão.

O californiano sentiu-se mal com a situação e, num gesto de gratidão para com o exército americano, resolveu dar 50 dólares (menos de 50 euros) a cada militar, para que todos fossem jantar uma refeição quente a um dos restaurantes do aeroporto, como explicou Shlomo Rechnitz à Fox.

Um video de telemóvel, colocado no Youtube, mostra Shlomo Rechnitz a dirigir algumas palavras aos soldados. Muito aplaudido pelas centenas de militares presentes e reconhecido na Internet, já que o vídeo se tornou viral.




O empresário agradeceu, “do fundo do coração”, aos militares por “arriscarem as suas vidas por ele e pela sua família”.