logotipo tvi24

Haiti: rapaz de cinco e jovem de 11 anos salvos

Médicos acreditam que sobreviveu devido à força de vontade e ao corpo jovem

Por: Redacção / CLC    |   2010-01-21 00:40

Artigo actualizado às 09h09

Um menino com cinco anos foi resgatado esta quarta-feira dos destroços de uma casa que desabou na sequência do terramoto que abalou o Haiti há uma semana atrás, informa a CNN. A mãe do rapaz está morta e o pai está dado como desaparecido.

A esperança do Haiti já veio ao mundo

Não se sabe se o rapaz, de nome Monley, teve acesso a comida ou água, mas os médicos atribuem a sua sobrevivência à determinação e à força do seu corpo jovem. O menino que vem engrossar o número de órfãos no Haiti foi levado para hospital e os clínicos indicaram que não tinha ossos partidos, mas sofria de uma forte desidratação.

As equipas de resgate salvaram ainda uma jovem de 11 anos, avança a France Press. A jovem sobreviveu nos escombros da sua casa durante oito dias e segundo os primeiros relatos médicos está bem de saúde.

A menina está agora hospitalizada numa estrutura francesa, afirmaram médicos de duas organizações no local.

«É realmente um milagre, ela está lentamente a voltar à vida, é abençoada pelos deuses», afirmou Dominique Jean, médico cirurgião de uma organização não-governamental francesa que está a gerir um hospital de campanha com a Alima, outra organização médica.

«Os rins funcionam, vamos hidratá-la suavemente com água salgada e depois vamos progressivamente nutri-la com alimentação mais rica», acrescentou o médico.

Partilhar
EM BAIXO: Haiti: catástofre humanitária
Haiti: catástofre humanitária

Adolescente morre a tentar bater recorde
Haris Suleman tentava dar a volta ao mundo em 30 dias, mas acabou por morrer quando o avião onde seguia se despenhou no Pacífico
MH17: mais 74 caixões chegaram à Holanda
Dezenas de carros funerários esperavam os corpos no aeroporto de Eindhoven
Primeiro-ministro ucraniano apresenta demissão
Rutura na coligação está na origem da demissão de Arseniy Yatsenyuk
EM MANCHETE
Ricardo Salgado paga três milhões para sair em liberdade
Ex-presidente do BES esteve a ser ouvido no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa
ESFG pede proteção contra credores
BES: Banco de Portugal e CMVM avançam com auditoria conjunta