Pelo menos quatro pessoas morreram e 54 ficaram feridas, na sequência do abalo sísmico que assolou a região montanhosa da província chinesa de Sichuan, este sábado, avança a agência Xinhua.

De acordo com a agência Xinhua, seis das vítimas encontram-se em estado crítico, outras cinco apresentam ferimentos graves, sendo que as restante 43 apenas ficaram com ferimentos ligeiros.

O terramoto de magnitude 6,3 na escala de Richter, teve epicentro a 18 quilómetros de profundidade sob a pequena cidade de Tagong, e afetou cerca de 55 mil pessoas.