As autoridades nepalesas consideraram hoje ser impossível encontrar mais sobreviventes do sismo que há uma semana abalou o país e provocou, pelo menos, 6.621 mortos.

“Já passou uma semana do desastre. Estamos a fazer o nosso melhor nas operações de resgate, mas agora penso que não haverá possibilidades de encontrar sobreviventes sob os escombros”, disse Laxmi Prasad Dhakal, porta-voz do Ministério do Interior, em declarações à agência AFP.


O mesmo responsável atualizou também o número de feridos em consequência do sismo e que é agora de 14.023 pessoas.