A Câmara dos Representantes do congresso norte-americano votou, esta quinta-feira, a favor da suspensão do programa que oferecia uma solução segura aos refugiados sírios nos EUA. A decisão foi amplamente criticada pelos democratas, que a consideraram xenófoba.

O texto foi aprovado com o apoio da maioria republicana e uma parte dos democratas, por 289 votos contra 137, e ainda tem que ser analisada pelo Senado.

A Casa Branca já fez saber que a proposta será vetada. Este voto é uma expressão da rejeição súbita à onda de refugiados da Síria que ganhou todo o país após os ataques em Paris.

Barack Obama ainda tentou acalmar os ânimos, mas os seus apelos foram, aparentemente, ignorados. O presidente dos EUA rejeitou as posições manifestadas por esses estados, sublinhando, por várias vezes, que os EUA têm o dever e a responsabilidade de acolher refugiados.