O exército libanês foi hoje alvo de novos ataques dos radicais jihadistas contra um dos seus postos no nordeste do Líbano, na fronteira com a Síria que provocou mortos entre os agressores.

De acordo com a agência oficial libanesa ANN, o ataque aconteceu durante a madrugada na zona de Wadi Hmeid, na região de Arsal, que no início do mês foi palco de combates entre as duas partes.

Os jihadistas cercaram Wadi Hmeid e desencadearam violentos confrontos na zona, mas sem baixas no exército libanês.