Os presidentes russo, Vladimir Putin, e turco, Recep Tayyip Erdogan, acordaram, esta quinta-feira, via telefone realizar em breve em Istambul uma cimeira Turquia-Rússia-Irão sobre a Síria, segundo fontes da presidência turca.

Nesta conversa telefónica, "foi decidido realizar a segunda cimeira (depois da de Sochi, em novembro) entre a Turquia, a Rússia e o Irão, em Istambul", disseram as mesmas fontes.

Um alto funcionário turco disse que a data da reunião será fixada em breve.

Entretanto, mais de 100 membros de forças leais ao regime sírio do presidente Bashar al-Assad foram mortos em ataques de "legítima defesa" pela coligação liderada pelos Estados Unidos, segundo uma autoridade militar norte-americana.

"Estimamos que mais de 100 elementos das forças do regime pró-Sírio tenham sido mortos num confronto com as Forças Democráticas da Síria (apoiada por Washington) e as forças da coligação", afirmou a fonte.