Pelo menos 21 pessoas, incluindo duas crianças, morreram esta quinta-feira num ataque com barris de explosivos lançados pelo exército sírio na cidade de Deraa (sul), dominada pelos rebeldes, disse o Observatório dos Direitos Humanos sírio.

“Helicópteros lançaram barris de explosivos no distrito de al-Saham Bousra, na província de Deraa”, provocando a morte a 21 pessoas, incluindo quatro mulheres e duas crianças, referiu a organização não-governamental.


Os rebeldes assumiram o controlo daquela província em março, o que foi um grande revés para as forças leais ao Presidente Bashar al-Assad.

Mais de quatro milhões de sírios fugiram do seu país desde o início do conflito, em março de 2011.