Pelo menos 20 pessoas morreram, este sábado, em bombardeamentos com barris de explosivos efetuados por forças do Governo sírio contra a cidade de Alepo, no norte do país, revelou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O Observatório, um organismo sediado em Londres que conta com uma rede de efetivos no terreno, recordou que as armas utilizadas pelas forças sírias são contrárias às leis internacionais e condenadas pela ONU.

Em comunicado, o OSDH precisa que os bombardeamentos foram efetuados a partir de helicópteros do Governo de Damasco contra os bairros de Al Kalasa, no sul, Masaken Hanano e Al Haydariya, ambos no noroeste da cidade de Alepo.