Pelo menos 73 pessoas juntaram-se ao grupo «jihadista» Estado Islâmico (EI) na Síria desde o início, esta semana, da ofensiva da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Os recentes recrutamentos foram realizados nos dias 23 e 24 nos arredores de Alepo, no norte do país, escreve a agência Efe.

Dos 73 novos combatentes, pelo menos nove eram estrangeiros ¿ cinco árabes e quatro europeus.