A televisão pública norueguesa avança que o Prémio Nobel da Paz 2013 deverá ser atribuído à Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPCW, na sigla em Inglês). A OPCW foi criada em 1997 pelos países que já participavam da convenção de armas químicas.

É uma instituição internacional independente, mas faz trabalho de cooperação com as Nações Unidas. Todos os países do mundo participam nesta organização, excetuando Angola, Coreia do Norte, Egito, Somália e Síria.

É precisamente na Síria que, neste momento, especialistas da organização e da ONU participam de um processo de desmantelamento e destruição de armamento químico.

O anúncio oficial está marcado para as 10:00.