Um dirigente sírio foi morto por homens armados à porta de casa, no Sul do Líbano, a primeira morte do género em solo libanês, noticiou esta quarta-feira a agência de notícias síria.

A agência SANA identificou o dirigente como Mohammad Darrar Jamo, que dirige a divisão de relações políticas e internacionais da Organização Internacional para os Imigrantes Árabes, e adiantou que o homem foi alvejado «por terroristas» em frente à sua casa em Sarafand, Líbano, sem dizer quando.

As autoridades sírias referem-se aos rebeldes que combatem o regime de Bashar al-Assad como «terroristas».