Pelo menos 12 soldados do Líbano morreram nas últimas horas em sequência de confrontos entre o Exército e os sunitas no sul do país.

Conforme anuncia a imprensa internacional, os confrontos iniciaram-se no domingo após um ataque dos sunitas contra um posto do Exército. O acontecimento, em Sidon, foi levado a cabo pelos rebeldes apoiantes de Ahmad al-Assir, adianta o site de notícias «Diário Digital».

Divergências sobre o conflito na vizinha Síria podem estar na causa da violência existente. Al-Assir tem criticado o regime de Damasco e o movimento xiita libanês Hezbollah. As tensões aumentaram no país desde que este movimento decidiu apoiar o Governo de Bashar al-Assar na guerra civil da síria.