Pelo menos 34 civis morreram, neste domingo, em bombardeamentos da aviação russa contra uma aldeia da província de Deir Ezzor, leste da Síria, controlada pelo grupo extremista Estado Islâmico, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Os ataques da Rússia, realizados ao amanhecer, visaram a aldeia de Al-Shafah, um dos últimos redutos dos jihadistas na Síria.

Pelo menos 34 civis, 15 dos quais crianças, foram mortos em ataques russos na aldeia de Al-Shafah”, disse o diretor do Observatório, Rami Abdel Rahmane.

O grupo jihadista controla atualmente apenas cerca de 10% da província de Deir Ezzor, onde é combatido pelo regime e aliados, por um lado, e pelos rebeldes, apoiados pelos Estados Unidos, por outro.