As autoridades belgas detiveram, esta terça-feira, 10 pessoas suspeitas de recrutarem jihadistas para o Estado Islâmico. A informação é avançada pela agência Reuters.


“A investigação aponta que várias pessoas deixaram a Bélgica e foram para a Síria para integrar o Estado Islâmico”, avançaram os procuradores.

As autoridades apreenderam telemóveis e computadores, que estão atualmente a ser examinados. Consequência de nove mandados de busca levados a cabo em Molenbeek-Saint-Jean, Koekelberg, Schaerbeek e Etterbeek e ordenados por um juiz de Liège, especializado em terrorismo, adianta o jornal Le Soir.

Os detidos devem ficar ainda hoje a saber se ficam ou não em prisão preventiva.