O papa Francisco apelou hoje a “um cessar-fogo imediato” na Síria que dure “pelo menos o tempo necessário” para retirar os civis vítimas dos bombardeamentos.

“É com um sentimento de urgência que renovo o meu apelo, implorando com todas as minhas forças aos responsáveis para que seja assegurado um cessar-fogo imediato, que seja imposto e respeitado, pelo menos o tempo necessário para permitir a retirada dos civis, antes de mais as crianças”, declarou o papa na sua audiência semanal na Praça de São Pedro.

Alepo: bombardeamentos russos matam pelo menos 25 pessoas

Pelo menos 25 pessoas, incluindo cinco menores e mulheres, morreram na terça-feira durante os bombardeamentos de aviões russos na cidade síria de Alepo, segundo um balanço divulgado hoje pelo Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Os ataques aéreos tiveram lugar nos bairros de Bustan al Qasr, Al Firdús, Al Qataryi e noutras zonas da metade oriental de Alepo, controlada pelos rebeldes.

O Observatório admite que o número de vítimas mortais pode aumentar já que há feridos graves e desaparecidos debaixo dos escombros.