O ministro do Exterior da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, condenou, em entrevista publicada hoje pelo jornal alemão Welt am Sonntag, o uso de armas químicas em Alepo por parte do exército do Presidente da Síria, Bashar Al Assad.

“Condenamos o uso de armas internacionalmente proibidas, sejam armas químicas ou bombas barril {de gás de cloro]”, disse, acrescentando que a Alemanha exige que as partes em conflito façam tudo o que é possível para proteger os civis sírios.

Na sua opinião, o uso de gás cloro nos últimos dias em Alepo “é um novo nível de escalada” depois de “cinco anos e meio de guerra civil na Síria”.