Seis trabalhadores morreram e 31 outros ficaram feridos na sequência de uma fuga de gás numa siderúrgica no estado de Chhattisgarh, no centro da Índia, informa esta sexta-feira a imprensa local.

A fuga de gás foi detetada na tarde de quinta-feira na fábrica de aço Bhilai, situada na cidade com o mesmo nome, disse o ministro do estado Prem Prakash Pandey à agência noticiosa indiana IANS.

Seis dos feridos encontram-se em estado grave na sequência da fuga de monóxido de carbono.

A administração da fábrica, de propriedade pública, assegurou, em comunicado, que os feridos estão a receber o melhor tratamento possível.

Inaugurada em 1955, com a ajuda da extinta União Soviética, a fábrica de aço Bhilai foi a primeira a produzir trilhos para o caminho-de-ferro na Índia e hoje em dia mantém-se como um dos principais fabricantes dos mesmos.

A fábrica, a cerca de 40 quilómetros a oeste da capital do estado Raipur, produz anualmente 3,15 milhões de toneladas de aço.