Bastou uma dentada do tigre da Sibéria para matar um tratador no jardim zoológico em Munster, Alemanha.

O homem, de 56 anos, ter-se-á esquecido de prender o tigre enquanto limpava a jaula e a distração foi fatal. A cena foi vista por turistas, que alertaram as autoridades.

De acordo com o «Daily Mail», Martin H. estava a fazer a sua rotina diária quando o animal o mordeu na garganta, matando-o de imediato.

As autoridades estão agora a investigar as circunstâncias da morte, mas tudo aponta que a morte tenha acontecido devido a um erro humano.

O chefe do Jardim Zoologico, Jörg Adler, afirmou que apesar de a ajuda ter sido chamada de imediato, já não foi possível salvar o tratador.

«Um encontro como este com um tigre não é algo a que se pode sobreviver», afirmou o chefe ao jornal «The Local», acrescentando que «podemos instalar muita tecnologia e alarmes - quando fazemos esta tarefa, é o tratador que decide».

O diretor do Jardim Zoológico afirmou que Martin H. adorava os animais. O tigre siberiano, chamado Rasputin, não vai ser abatido.