O Governo da Coreia do Sul anunciou esta quinta-feira que vai iniciar, no próximo mês, os procedimentos para fazer emergir o ‘ferry’ Sewol, que se afundou há dois anos, causando mais de 300 mortos.

O Sewol naufragou a 16 de abril de 2014 em águas do sudoeste do país, provocando 304 mortos, a maioria dos quais estudantes do secundário, faltando recuperar nove corpos.

As autoridades sul-coreanas vão tentar trazer à superfície o barco, de 6.825 toneladas, de modo a que permaneça intacto para poder recuperar os restos mortais dos desaparecidos, que se acredita continuarem no interior do Sewol, segundo o Ministério dos Oceanos e Pesca.