Dez barcos provenientes da Serra Leoa estão desde quarta-feira em quarentena ao largo da ilha cabo-verdiana de Santa Luzia para despistar qualquer caso do Ébola, noticia hoje a imprensa cabo-verdiana.

Segundo as mesmas fontes, as embarcações de pesca de pavilhão chinês, que se dirigiam à Cabnave para manutenção, tinham como proveniência a Serra Leoa, um dos países mais afetados pela epidemia do Ébola, que já matou quase cinco mil pessoas em África.

Por isso, receberam ordens das autoridades marítimas e sanitárias cabo-verdianas no sentido de cumprirem um período de quarentena de 21 dias para despiste do vírus.