No último dia da visita oficial ao Reino Unido, o Presidente chinês, Xi Jinping, teve tempo para mais do que negócios: visitou a academia do Manchester City e até uma selfie tirou.

Jinping e o chefe de Governo britânico,David Cameron, posaram para uma fotografia com o jogador argentino Sergio Aguero, no meio. 
 
Os dois líderes encontraram-se também com ex-estrelas de ambos os clubes de futebol da cidade - Manchester City e Manchester United -, como Patrick Vieira e Gary Neville.

Tiveram ainda oportunidade de felicitar Sun Jihai, o primeiro jogador chinês com direito a marcar presença no Hall da Fama do Museu do Futebol.

Apesar do ambiente descontraído, o Presidente chinês foi confrontado com um protesto de adeptos do Tibete e Falun Gong - que as forças de segurança conseguiram manter em grande parte fora da vista do convidado. 

A visita à academia aconteceu no âmbito da agenda "Northern Powerhouse", uma iniciativa do governo para dar corda ao crescimento económico do Norte de Inglaterra.  

O ministro das finanças britânico, George Osborne, defende uma "parceria" entre o Reino Unido e a China.  Nesse âmbito, foi anunciado um novo complexo de escritórios chinês no aeroporto local. O Reino Unido vai aplicar incentivos fiscais ao desenvolvimento imobiliário em Manchester de que os investidores chineses vão naturalmente beneficiar. 

Ao mesmo tempo, foi anunciada uma ligação aérea directa entre Manchester e Pequim e uma parceria entre a empresa de telecomunicações Huawei e os laboratórios da Universidade de Manchester.

Xi Jinping aprovou, por sua vez, um plano de investimento de milhões de dólares em cidades britânicas, de Liverpool a Leeds, com o objetivo de reequilibrar a economia britânica.