Um dos três reféns do sequestro na câmara de Ingolstadt, na Baviera, foi libertado ao início da tarde, avança o jornal Donau Kurier.

De acordo com a publicação, o refém libertado pelo indivíduo armado foi o vice-presidente da câmara, Sepp Misslbeck, que foi libertado por volta das 14.30 locais (13.30 em Lisboa), após várias horas de negociação com a polícia.

O suspeito, com quem a polícia está em contacto, será um paciente de um hospital psiquiátrico, de 24 anos, que foi condenado a 1 ano e 8 meses de liberdade condicional, em julho, por perseguir uma funcionária municipal, de 25 anos.

Segundo o jornal, o homem terá consigo uma arma de fogo e desconhecem-se as exigências que terá feito às autoridades.

Os dois reféns - um deles a funcionária que perseguia - estarão retidos no gabinete do vice-presidente da câmara, no primeiro andar do edifício, segundo a BBC.