Uma mulher de 43 anos morreu no Reino Unido com uma septicemia, dias depois de se ter arranhado enquanto tratava do jardim.

Dois dias depois de se ter arranhado, Lucinda Smith recorreu ao médico com queixas de uma dor no ombro. Foram-lhe receitados medicamentos para as dores e aconselhado a consultar um fisioterapeuta.

Segundo o Daily Mail, passados mais três dias, a mulher tinha piorado e voltou ao médico. Fez análises de sangue e acabou por descobrir que tinha septicemia, um tipo de envenenamento do sangue.

Apesar de lhe terem sido administrados antibióticos intravenosos imediatamente, era tarde de mais. Lucinda ficou internada em estado grave mas acabou por morrer dois dias mais tarde, deixando dois filhos pequenos.

A irmã, Caroline, não se conforma garante que, se as análises tivessem sido feitas na primeira ida ao médico, Megan e George “ainda teriam mãe”.