Quatro soldados ucranianos foram mortos no leste do país, desde a entrada em vigor, na passada sexta-feira, do cessar-fogo entre Kiev e os separatistas pró-russos, disse esta terça-feira fonte do Ministério da Defesa.

«Durante o cessar-fogo, quatro soldados foram mortos e 29 feridos», declarou o chefe do departamento médico do Ministério da Defesa, Vitali Andronatiï, citado pelos media ucranianos.

Kiev e os rebeldes acordaram, na passada sexta-feira, em Minsk um cessar-fogo, no final de negociações entre o «grupo de contacto» (Rússia, Ucrânia e Organização para a Segurança e Cooperação na Europa - OSCE) e os separatistas.