Intensos bombardeamentos foram registados este domingo no leste separatista pró-russo da Ucrânia e, particularmente, na zona do aeroporto de Donetsk, disputado entre o exército ucraniano e os rebeldes.

Durante a tarde, 331 mineiros ficaram bloqueados durante várias horas na mina de carvão de Zasyadko, uma das mais importantes da região, após um corte de eletricidade causado pelos bombardeamentos continuados.

Um responsável do sindicato independente dos mineiros ucranianos, Mikhailo Volynets, anunciou que os mineiros conseguiram sair todos, sãos e salvos, ao início da noite.