A Agência de Segurança Nacional (NSA, na língua original) norte-americana terá, alegadamente, corrompido as ferramentas de segurança da Internet que protegem a privacidade das comunicações para facilitar atividades de espionagem, informou na quinta-feira o «The New York Times».

O jornal avançou esta informação com base nos mais de 50 mil documentos filtrados pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden, que trabalhou para a NSA e está asilado na Rússia.

A NSA, segundo o «The New York Times», terá usado todos os métodos ao seu alcance, desde a persuasão à colaboração forçada de empresas ao roubo de senhas e alteração de software e hardware para ter acesso a comunicações privadas na Internet dentro e fora dos Estados Unidos.