As assembleias de voto abriram nesta quarta-feira no Iraque para as primeiras eleições legislativas desde a retirada das tropas norte-americanas e numa altura em que o país regista um aumento da violência.

A votação foi aberta pelas 07:00 (05:00 em Lisboa), sob fortes medidas de segurança, e com grandes filas junto a algumas assembleias de voto instaladas em todo o país, constatou a Efe.

Cerca de 20,5 milhões de iraquianos são chamados a votar em mais de 9.000 candidatos, que concorrem a 328 lugares do parlamento. O primeiro-ministro Nuri al-Maliki procura um terceiro mandato.