No Zimbabué, alguns animais selvagens estão à venda devido à seca extrema que está a atingir o país, informou a Autoridade de Gestão dos Parques e Vida Selvagem, em comunicado. 

A autoridade não especificou quais os animais que estão à venda, mas a Reuters adianta que cerca de 54 mil dos 80 mil elefantes do Zimbabué vivem no Parque Nacional Hwange, um número quatro vezes superior ao que a reserva pode suportar.

Também o número de animais que vão ser vendidos não está fechado, pois “depende das propostas que recebermos”, explicou Caroline Washaya-Moyo, porta-voz da entidade que faz a gestão dos parques.

De acordo com a Reuters, o governo zimbabueano coloca, todavia, condições aos potenciais compradores, que “têm de ter capacidade para adquirir e gerir a vida selvagem”.

A seca extrema que atinge o país africano está a dificultar a situação económica e a sobrevivência da população. A UNICEF estima que 37% das famílias do país passam fome.