O empresário Sebastián Piñera, ex-presidente do país, e o senador Alejandro Guillier, ambos candidatos às eleições presidenciais de domingo no país, irão disputar uma segunda volta das eleições a 17 de dezembro, foi anunciado oficialmente.

De acordo com a agência Reuters, quando estão contados cerca de 53% dos votos, Sebastián Piñera, apoiado pela coligação Chile Vamos, lidera com 36,6%, enquanto Alejandro Guillier, pela formação Fuerza de Mayoría, de centro esquerda, segue com 22,6%.

A surpresa da noite foi a candidata de esquerda, Beatriz Sánchez, que registou até agora 20,4% de votos, quando a última sondagem apontava para um resultado de apenas 9,4%. 

Sebastián Piñera já foi presidente do Chile entre 2010 e 2014.

Às eleições presidenciais deste domingo no Chile concorreram oito candidatos, num escrutínio em que também se renovou a Câmara dos Deputados e parte do Congresso.