Um adolescente de 14 anos foi detido esta sexta-feira, em São Paulo, no Brasil, e confessou ter morto a agente Ana Paola Teixeira de 38 anos, com cinco tiros à queima-roupa. O crime aconteceu na última quarta-feira de manhã, quando a agente estava dentro do carro, com o filho de sete anos no banco de trás.

«Não atirei na criança, não. Atirei nela só, que fez o disparo em mim», disse o adolescente agora detido, num depoimento gravado e transmitido pela cadeia de televisão SPTV.

O rapaz diz que a agente disparou contra ele e quase lhe acertou na cara. Por isso, ele ripostou. «Nós estávamos passando com o carro e a gente avistou um carro que estava estacionado com o vidro fechado. A gente parou o carro na outra rua. Assim que eu desci, a vítima já tinha aberto o vidro. Eu já estava chegando, ela sacou a arma, fez um disparo e quase acertou na minha cara. Eu fiz os outros disparos nela. Eu disparei cinco tiros. Dei cinco, não sei quantos ela tomou», contou o jovem.

De acordo com o portal de notícias G1, a polícia encontrou uma arma escondida na casa da mãe do adolescente. Outro homem também foi preso na sexta-feira por suspeita de participação no crime.