As autoridades de São Cristóvão e Neves investigam as causas de dois incêndios que destruiram o edifício sede da embaixada da Venezuela em Basseterre e causaram danos materiais nos escritórios da Organização de Estados Americanos (OEA).

Os incêndios foram atribuídos por Denzil Douglas - primeiro ministro daquele país composto por duas ilhas, nas Caraíbas -, a um «ataque com motivo político» e ocorreram domingo deixando a sede diplomática venezuelana reduzida a escombros e causando danos menores nos escritórios da OEA.

«Há os que, neste país, têm como objetivo principal vencer, definem vencer sem se importarem com o impacto na nação», disse Denzil Dougas numa mensagem divulgada segunda-feira através da televisão local que a Lusa cita.