“O decano dos prisioneiros libaneses foi morto na noite de sábado quando aviões do inimigo sionista bombardearam um edifício residencial em Jaramana”, uma localidade nos arredores de Damasco, indica o comunicado em referência a Samir Kantar.

Samir Kantar tinha sido condenado a pena perpétua e passou quase três décadas na prisão em Israel, antes de ser libertado em 2008 no âmbito de uma troca de prisioneiros entre Israel e o Hezbollah libanês, organização qualificada de terrorista por Washington e aliada do Irão.

O irmão de Kantar partilhou a notícia na sua página de Facebook, sem avançar detalhes sobre a sua morte, escreve a Reuters. Bassam Kantar disse que o seu irmão morreu como um mártir.

(Foto de arquivo)