Equipas de salvamento alemãs conseguiram, esta quinta-feira, colocar em segurança um homem que se encontrava preso numa gruta há 11 dias nos alpes bávaros, depois de uma operação complexa terminada esta manhã.

«A vítima foi trazida para a superfície e está a receber cuidados médicos», disse um oficial das equipas de salvamento, depois da sua equipa ter chegado à boca da gruta, onde os esperava um helicóptero.

O explorador Johann Westhauser, de 52 anos, sofreu sérios danos na cabeça no acidente, que ocorreu 1000 metros debaixo do solo, nas grutas de Riesending, Baviera, o maior e mais complexo sistema de grutas da Alemanha.