A polícia belga realizou mais buscas este domingo no distrito de  Molenbeek. Segundo a televisão belga RTBF, as autoridades suspeitavam que  Salah Abdeslam estivesse escondido no bairro de Beekant.

Recorde-se que é a segunda operação anti-terrorista no distrito de onde são oriundos vários dos alegados terroristas ligados aos atentados de 13 de novembro em Paris. 

As autoridades chegaram a fechar uma rua, mas não há notícia de qualquer detenção. A polícia tem seguido várias pistas para tentar descobrir o paradeiro de Salah Abdeslam.


Salah Abdeslam terá estado em contacto com amigos, através do Skype.Pouco dias depois do atentado, o alegado terrorista disse aos amigos que estava escondido nos arredores de Bruxelas e pediu-lhes ajuda para viajar para Síria.

O   "cérebro" dos ataques morreu numa operação policial em Saint-Denis, a norte de Paris, levada a cabo na sequência dos atentados. 

Os atentados de Paris vitimaram 130 pessoas no dia 13 de novembro.