O mayor da Câmara de Londres anunciou que, a partir de julho, os transportes da cidade vão deixar de ter anúncios "com imagens de corpos pouco saudáveis ou irrealistas".

Sadiq Khan cumpre assim a promessa, que fez durante a campanha eleitoral, de que todos os anúncios que "susceptíveis de criar problemas de confiança, particularmente entre os jovens" seriam banidos.

Como pai de duas adolescentes, estou muito preocupado como este tipo de anúncios que podem rebaixar as pessoas, principalmente as mulheres, e fazerem-nas sentir-se envergonhadas dos seus corpos. Está na altura de acabar com isso", afirmou o novo mayor, acrescentando: "Ninguém se deve sentir pressionado enquanto viaja no metro ou no autocarro, por expetativas irrealistas acerca do seu corpo e quero enviar uma mensagem clara à indústria publicitária".

 

Esta medida deverá atingir cerca de 12 milhões de anúncios por ano, mas não terá impacto nos lucros dos transportes de Londres, garantiu Sadiq Khan.

Pleased to announce @TfL will no longer run ads on tubes, trains & buses which could cause body confidence issues. https://t.co/9Jm0pKrbUF