O antigo número dois de Saddam Hussein, Izzat Ibrahim al-Douri, morreu esta sexta-feira, segundo as tropas iraquianas citadas pela BBC. Com 72 anos, o antigo alto responsável militar era um dos membros do antigo regime mais procurados pelas autoridades.

Morreu após uma operação das forças de segurança iraquianas na província de Salahuddin, a norte de Bagdade.

Al-Douri serviu o Iraque como comandante militar e era o número dois de Saddam quando os EUA invadiram o país em 2003. Conseguiu fugir e era procurado desde então pelas autoridades.

No famoso baralho de cartas lançado pelos EUA com os militares do antigo regime mais procurados, al-Douri era o «Rei de Paus».

Segundo os EUA, o ex-vice-presidente do partido do antigo regime, o partido Baath, terá financiado vários grupos terroristas, nomeadamente o Naqshbandi Order, uma célula ligada ao Estado Islâmico.

As autoridades acreditam mesmo que Al-Douri desempenhou um papel fundamental na ofensiva dos jihadistas em solo iraquiano o ano passado.