Um passageiro da Ryanair, cansado de esperar dentro do aparelho, forçou a saída do avião, pela porta de emergência. O voo entre Londres, no Reino Unido, e Málaga, Espanha, já não tinha começado da melhor maneira e estava com uma hora de atraso. Quando o voo chegou ao aeroporto espanhol, os passageiros foram retidos durante mais de meia hora dentro do avião. Foi nessa altura que o passageiro, cansado de esperar, resolveu sair pela porta de emergência e esperar na asa. 

O incidente aconteceu no voo FR8164, no dia de Ano Novo.

De acordo com os meios de comunicação social britânicos, o homem é um polaco a residir em Espanha e tem cerca de 50 anos. Ficou sentado na asa do avião durante algum tempo, até que foi ordenado que entrasse novamente. Acabou por ser, mais tarde, detido pela segurança do aeroporto.

“A polícia do aeroporto de Málaga deteve de imediato o passageiro em questão e, uma vez que foi uma falha da segurança espanhola, está a ser tratado com as autoridades espanholas”, declarou o porta-voz da companhia aérea.

O passageiro que viajava sentado ao lado de Victor testemunhou toda a situação.

Parecia que ninguém estava a reparar que o homem estava a sofrer de asma. Ele precisava de ar, por isso decidiu sair do avião. Eu estive a viagem toda a conversar com ele e ele utilizou o inalador algumas vezes. Para além disso, tomou medicação antes de o avião partir”, contou Raj Mistry ao Daily Mail.

Mistry considera que Victor não deveria sofrer quaisquer consequências por ter saído do avião.

Não é a primeira vez que uma situação semelhante acontece em Espanha. Em 2016, um passageiro em Madrid saltou de uma ponte desconectada e correu pela pista em direção a um avião da Ryanair, na tentativa de apanhar um voo para Grã Canária.