Um hospital foi atingido hoje por um bombardeamento no centro de Donetsk, principal bastião dos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, relataram jornalistas da agência AFP.

Vários membros do pessoal médico do hospital Kalinina confirmaram não se terem registado vítimas.

Foram atingidos pelo bombardeamento a morgue e dois pisos do hospital, segundo os jornalistas da agência noticiosa francesa.

Presidente promete mais de 2,2 mil milhões de euros para exército

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, prometeu hoje gastar mais de 2,2 mil milhões de euros no reequipamento do exército ao longo dos próximos anos.

«De 2015 a 2017 estamos a planear gastar mais de 40 mil milhões de hryvnias [mais de 2,2 mil milhões de euros] em rearmamento», anunciou Poroshenko, num discurso durante a parada militar comemorativa do Dia da Independência, em Kiev.