Pavel Gubarev, um dos líderes das milícias separatistas pró-russas que atuam no leste da Ucrânia, ficou gravemente ferido após embater com o seu carro na sequência de um tiroteio, informaram esta segunda-feira fontes dos rebeldes.

«Pavel Gubarev sofreu ferimentos graves e foi levado para o hospital de Rostov», disse um porta-voz do movimento Novorossia, encabeçado pelo dirigente separatista, à agência Interfax.

A mesma fonte indicou que o automóvel em que seguia Gubarev, de 31 anos, foi atingido por tiros, o que fez com que saísse da estrada e embatesse contra um poste.