O corpo do piloto russo morto quando o seu avião foi abatido pela Turquia na semana passada será entregue a um representante de Moscovo após ter regressado da Síria, disse no domingo o primeiro-ministro Ahmet Davutoglu. Declarações feitas aos jornalistas em Istambul, antes de o ministro partir para um encontro com os líderes europeus em Bruxelas.

“O piloto que perdeu a vida durante a violação aérea foi recebido por nós na fronteira [síria] na semana passada.”


Davutoglu indicou que um representante russo iria deslocar-se “em breve” à região de Hatay, com um oficial do exército turco, para tomar posse do corpo.

Depois do incidente, a tensão entre Ancara e Moscovo tem-se intensificado nos últimos dias.

No sábado, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um decreto que impõe sanções económicas contra a Turquia.

No mesmo dia, a Turquia aconselhou a sua população a adiar todas as viagens não urgentes para a Rússia. Em comunicado o Ministério turco das Relações Exteriores sublinhou que os turcos devem adiar as viagens até “que a situação seja clarificada”.