A polícia russa deteve um novo suspeito de envolvimento no ataque ao metro de São Petersburgo, que provocou a morte de 14 pessoas, no início do mês. 

O indivíduo foi detido perto de Moscovo, segundo avança a agência Reuters.

Com esta nova detenção, sobem para nove os detidos por alegado envolvimento no ataque que abalou a segunda maior cidade da Rússia.  

O atentado à bomba no metro de São Petersburgo, que ocorreu a 3 de abril, provocou 14 mortos e mais de 40 feridos.

O autor do ataque foi identificado pelas autoridades como sendo Akbarjon Djalilov, nascido em 1995. O suspeito, com origens no Quirguistão, tinha passaporte russo há seis anos.