A polícia de trânsito russa desmantelou uma operação de contrabando de caviar, após ter intercetado um carro funerário que seguia a grande velocidade com meia tonelada de caviar preto escondido dentro de um caixão, refere a AFP.

O condutor do veículo disse à polícia que estava a transportar um corpo para a cidade de Khabarovsk. No entanto, após uma inspeção, descobriu-se que "não havia nenhum cadáver no carro," diz o comunicado da polícia regional.

No interior do veículo, as autoridades encontraram recipientes de plástico com caviar, que se encontravam escondidos debaixo das coroas de flores e até mesmo dentro do caixão. O conteúdo apreendido pesa 500 quilos.

O caviar encontrado vale uma fortuna, já que um pequeno frasco de 125 gramas de ovos curados com sal de esturjão do Mar Cáspio custa cerca de 90 euros.

A captura de caviar na natureza foi proibida quando o número de esturjões caiu para níveis perigosamente baixos, após o excesso de pesca. Agora, só é legal vender caviar de viveiro.

No entanto, a caça furtiva continua a ser um grande problema. As autoridades acreditam que o contrabando está a aumentar.