O parlamento ucraniano aprovou esta terça-feira o acordo de associação com a União Europeia.

Recorde-se que foi esta aproximação entre a Ucrânia e a Europa Ocidental que originou o conflito com Moscovo.

O acordo de associação política e comercial foi aprovado por unanimidade pelos 355 deputados ucranianos.

Este acordo já tinha sido rejeitado em novembro do ano passado, levando à queda do presidente Viktor Yanukovich.

«Nunca uma nação tinha pago um preço tão alto para se tornar europeia», disse esta terça-feira o atual presidente ucraniano, Petro Poroshenko, referindo-se ao elevado número de mortes no conflito com os separatistas pró-russos.