A direção geral do consumidor russo, Rospotrebnadzor lançou, esta quinta-feira, uma investigação sob os fidget spinner. Moscovo suspeita que a oposição russa esteja a usar o objeto para fazer uma espécie de lavagem cerebral aos jovens. 

DE acordo com a CNN, esta é a mais recente tentativa dos meios de comunicação estatais, para explicar os mais recentes protestos juvenis que tem acontecido nos últimos meses na Rússia.

As manifestações anticorrupção, realizadas em março e junho, foram organizadas pelo líder da oposição, Aleksei Navalny, e são consideradas as maiores manifestações de todos os tempos na Rússia.

No final do mês de maio o líder da oposição foi filmado a girar o fidget spinner enquanto aguardava por um julgamento em Moscovo.  Aleksei Navalny é advogado, ativista político e financeiro.

Desde 2009, ganhou destaque na Rússia e na imprensa internacional, como crítico da alegada corrupção praticada pelo presidente Vladimir Putin. Tem como filiação partidária o Progress Party.

A direção geral do consumidor russa alertou para que os pais estejam atentos ao comprarem os fidget spinner e para supervisionarem o uso do brinquedo.

A ideia de investigar o brinquedo surgiu após a divulgação de um relatório, que afirma que o fidget spinner foi vendido em manifestações anticorrupção para atrair os apoiantes mais jovens.

Provavelmente não é uma coincidência que se tenham começado a vender os spinners nas manifestações da oposição", pode ler-se no relatório.

 

É um mistério por que só recentemente se tornou tão popular na Rússia. Quem está a fazer mover esse fenómeno?".